Classe B é a que mais compra no e-commerce